Especial Transição Capilar: Aceitação


Essa coisa de se aceitar é incrivelmente maravilhosa! Você passa a ser mais confiante, sua auto estima melhora, você simplesmente brilha e transcende energias boas pra lá e pra cá. Sim, tudo isso pelo simples fato de você se aceitar e se amar. Você não precisa mudar para agradar ninguém! E nem pirar para o que os outros estão comentando. Foi nessa vibe que eu decidi, em meados de fevereiro de 2016, que eu iria parar de alisar o meu cabelo e passar por uma Transição Capilar. Fala-se muito disso hoje em dia (ainda bem!), decidi compartilhar um pouco por aqui (aliás, é uma das coisas que mais me "transformou" nesse ano).

A transição capilar é quando você deixa de passar produtos químicos (no meu caso foi alisar o cabelo) e passa a deixar o cabelo crescer naturalmente - voltando os cachos/ondas e afins.

Por que decidi voltar ao natural? Porque faziam mais ou menos 3 anos que não via o meu cabelo "original, real, oficial" - e quando eu percebi isso me assustei muito! Senti falta dele. Sem contar que as químicas que eu passava no cabelo faziam muito mal, ficava o dia inteiro trancada no salão com os olhos ardendo. Meio que passou um filme na minha cabeça do real motivo d'eu ter pensado em alisá-lo um dia na vida! A resposta? Influência. Sim, era o que eu queria no momento e não me arrependo 100%, mas vejo que no fundo foi influência da sociedade, da mídia, e até do pessoal ao meu redor que fazia comentários chatos. Alisei o meu cabelo pela primeira vez com 15 anos de idade.

Hoje as cacheadas estão com um espaço maior nas lojas de beleza - várias marcas criando produtos específicos para nosso tipo de cabelo - mas ainda sofremos preconceito, os cachos ainda são vistos como o velho "cabelo ruim". Sem contar na ignorância de muitos cabeleireiros que não sabem cuidar de um cabelo cacheado, pois estão acostumados a olharem para um e já dar a ideia de progressiva. Ainda espero o dia em que esse preconceito suma.

Você que nasceu cacheada e sofreu com os comentários familiares e dos amiguinhos da escola: não se deixe levar por eles. Você é linda e quem tem que amar o seu cabelo é você! A escolha é toda sua. Se você quer continuar alisando, vá em frente. Mas faça isso por você e não porque a sociedade diz que esse cabelo é o "mais aceitável e bonito".


Há 9 meses estou sem progressiva! E meu cabelo já está 100% natural. Cortei tudo de uma vez. Estou hidratando e nutrindo muito! Essa transição me mudou externa e internamente!Nesse processo aprendi a me aceitar, me amar, até maquiagem eu diminuí, comecei a pesquisar cada vez mais sobre produtos naturais e sobre cabelos do meu tipo.

Minha dica é: se você quer passar pela transição, comece agora! Você não vai se arrepender. <3


Um comentário:

  1. A sociedade e os seus estereótipos de beleza muitas vezes são cruéis. Eu tenho cabelo liso mas amo cabelos encaracolados e ondolados. Já chegyei a pensar em fazer uma permanente para ter o cabelo encaracolado mas não nunca tive coragem, pois, acho que não me ficaria bem e porque também não tenho muita paciência para cuidar dele (é uma das razões de eu ter cabelo curto neste momento).
    O teu cabelo é lindo assim ao natural. Beijo bom.

    ResponderExcluir

© Fala, Mich! - 2018 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: MS Webdesign
imagem-logo