10 filmes que partiram o meu coração


Quem nunca saiu do cinema completamente abalado, soluçando e com olhos inchados de chorar? Pode ter sido num romance água-com-açúcar, num drama de guerra ou - admita - até mesmo numa animação infantil.

Então fiz uma listinha dos dez filmes que partiram o meu coração:
  • Up! Altas Aventuras (2009)
Os dez primeiros minutos de Up! são, provavelmente, os minutos mais tristes que você irá ver numa animação. Antes de partir numa aventura, o Sr. Fredricksen revela o motivo para querer largar tudo e sair voando com sua casa – ele tinha uma companheira, desde criança, e ela... Ela... Alguém tem um lencinho?


  • Meu primeiro amor (1991)
O filme ia bem: ela estava aprendendo a se aproximar do pai e lidar com a paixonite pelo melhor amigo; ele finalmente não se sentia mais sozinho. Era a história perfeita, até que uma tragédia transformou o inocente filme infantil num dos romances mais trágicos de todos os tempos. Depois daquele final, você nunca mais vai querer brincar com abelhas.


  • À procura da felicidade (2006)
Apesar de otimista, o drama com Will Smith fez muitos marmanjos saírem do cinema com olhos vermelhos. Ele vive Chris Gardner, um homem pobre que tem seu único instrumento de trabalho roubado, perde a esposa e se vê miserável, com o filho (Jaden Smith), morando nas ruas de Nova York. Decidido a tirar o menino daquela situação, Chris usa toda a sua paciência e persuasão para conseguir uma oportunidade de emprego.


  • Sempre ao seu lado (2009)
Você pensou que já tinha secado todas as suas lágrimas com “Marley & Eu”. Então, surge outro filme sobre um cachorro para você perceber que ainda tinha um rio inteiro para chorar. Em “Sempre ao seu lado”, o Akita de Parker (Richard Gere) leva e busca seu dono todos os dias na estação de trem. Os dois desenvolvem uma amizade incomum e o hábito se mantém, até que um dia...


  • 50% (2011)
Se a ideia é levar um marmanjo aos prantos, este é o filme certo. Em 50%, Joseph Gordon-Levitt vive um garoto que descobre estar com câncer – apesar de viver uma vida bastante saudável. Seu melhor amigo (Seth Rogen) decide ficar ao seu lado e convencê-lo de que o caminho para vencer os 50% (de chance de vida) não precisa ser tão ruim assim.


  • P.S. Eu te amo (2008)
A sinopse deste filme pode fazer você chorar. Quer apostar? Holly (Hillary Swank) e Gerry (Gerard Butler) são um casal perfeito e apaixonado. Ela dedica sua vida a ele, mas ele morre. A verdadeira história começa depois disso, quando ela descobre uma série de cartas deixadas pelo amado para ajudá-la a superar o luto, pouco a pouco.


  • Toy Story 3 (2010)
Você ganhou seu primeiro boneco, brincou com ele até desbotar, depois foi comprando outros personagens para incrementar suas aventuras. Mas o tempo passou, você entrou na faculdade... É hora de dizer adeus. No terceiro filme da saga Toy Story, todos os brinquedos de Andy são doados para uma creche e precisam se virar sem seu dono – e isso inclui Woody, seu companheiro mais fiel.


  • O menino do pijama listrado (2008)
Quer uma receita para um filme triste? Conte uma história sobre a Segunda Guerra Mundial. Coloque personagens dentro de um campo de concentração. Então, faça com que um deles seja uma criança. E que ela esteja presa. “O Menino do Pijama Listrado” contém todos os ingredientes e, pior, tem duas crianças nos papéis principais. Uma é Bruno (Asa Butterfield), filho de um oficial nazista; a outra é Shmuel (Jack Scanlon), um garoto de pijamas que vive atrás de uma cerca e tem a cabeça raspada. Precisa dizer mais?


  • O Rei Leão (1994)
Quando o pai do protagonista morre, nós sempre ficamos um pouco sentidos. Mas, e quando o filme é um desenho animado, você é uma criança e o protagonista é um pequeno e cativante leãozinho? A cena da manada em “O Rei Leão” já traumatizou muita gente e, é claro, vai fazer você chorar como um bebê!


  • (500) dias com ela (2009)
O filme conta sobre as expectativas de Tom (Joseph Gordon-Levitt) em relação a Summer (Zooey Deschanel), uma garota que não quer nada sério e um garoto totalmente apaixonado, já sabemos no que isso vai dar, não é mesmo?


Confesso que sou uma manteiga derretida, mas esses filmes acabaram com a água do meu corpo! #Chorei


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Fala, Mich! - 2018 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: MS Webdesign
imagem-logo